Postado a Limpo

num registo mais calmo

segunda-feira, outubro 27, 2014

SEM SAÍDA




Sem saída

Abriste uma porta
Para um quarto fechado,
Sem janela e sem depois.
Mostraste-me a mim
Aquela que eu era,
Que eu de mim não sabia,
E me procurava.

Volvidos que são
Os anos do tempo,
Continua fechado, suspenso,


O breve momento da espera. 

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial